SUPERAR SEM ESPERAR

Aguilar Lopes

Aguilar Lopes

Líder Coach de Negócios | Missão: incentivar pessoas

Quase na segunda quinzena do mês de janeiro de 2021 e a “guerra” contra a COVID ainda se estende por todo o mundo. Isto tem impactado seriamente os vários segmentos constantes do comércio, da indústria e para aqueles que empreendem atividades individuais em todos os países.

Em 2020, a Comunicação Visual teve que se adequar à produção de vários produtos e serviços alternativos para atender a pandemia, inclusive algumas empresas ainda focam nessas produções, pois, a demanda continua, no entanto, para este novo ano, será preciso ir além dessas produções e serviços, as vacinas estão chegando e o “terror” será substituído por sentimentos de alívio e de maior tranquilidade entre as pessoas.

Existem possibilidades incríveis para as empresas que estão saturadas, que persistem em fazer os mesmos produtos, que executam os mesmos serviços e que geralmente presenciam seus resultados cada vez menores e com problemas seríssimos de mão-de-obra, entre outros que ficarão esclarecidos ainda nesta oportunidade.

O empreendedor, o gestor e o líder, precisam trabalhar primeiramente num diagnóstico real de seus negócios, é preciso não só entender sobre as oportunidades, mas, compreender as possibilidades e alternativas para sair do trivial, do normal e assim, passar a desenvolver novas ações, capazes de produzir novos resultados positivos e com previsões de crescimento contínuo.

É certo que fazer as mesmas coisas que foram feitas no ano anterior não lhe trará o mesmo resultado, tampouco qualquer crescimento.  Será preciso novos entendimentos, organização, treinamentos, cálculos, novos atendimentos, inclusive com novas abordagens, com critérios mais elaborados, versáteis, proativos e com a melhor aproximação da realidade do negócio. A dica prática é que todos os setores da empresa sejam analisados e que sejam trabalhadas as necessárias ações de melhorias nos processos e que também aconteça a tão almejada conscientização dos Colaboradores que formam os times campeões ou não, por isto, todos precisam estar sintonizados na mesma frequência acordados pelos norteadores da empresa.

No tocante à economia, o Brasil investiu alguns bilhões em auxílios para sua população e também para as empresas, ainda tivemos as eleições municipais. Estes fatos colaboraram com o aquecimento de vários segmentos. Na Comunicação Visual, com a retomada das atividades gerais e reabertura do comércio, ocorreu a falta de alguns suprimentos para atender a alta demanda nestes períodos.

A previsão para 2021 é que ainda possam ocorrer atrasos de alguns produtos importados e também naqueles produzidos nas indústrias brasileiras e, certamente sofrerão novos reajustes em seus preços, pois, as indústrias de base, bem como os demais fabricantes de matérias-primas não conseguirão absorver os aumentos ocorridos em escala global, com isto, os gestores das empresas transformadoras precisam se adequar aos novos reajustes, compreender suas despesas e saberem com exatidão como compor seus preços. Uma dica preciosa é pesquisar a concorrência, os clientes, mas, nunca deixar e fazer todas as contas com a máxima precisão. Percebe-se que muitas empresas erram na formação de seus preços, causando sérios transtornos com seus fluxos de caixas, é imprescindível cuidar ativamente deste ponto.

Voltando à economia brasileira, a projeção do PIB (Produto Interno Bruto) do Ministério da Economia do Brasil para 2021 é de 3%, se isto acontecer será realmente uma grande vitória para todos, significará que os mercados estarão em crescimento e apresentarão boas oportunidades. Para que este cenário positivo venha ocorrer, existem alguns fatores técnicos que são apontados por estudiosos da área, são eles: a geração de emprego, crédito e a tão aguardada consolidação fiscal.

No segmento de Comunicação Visual e Impressão Digital não há necessidade de “reinventar a roda”, mas, agir conforme se pede o ciclo PDCA (Planejar, Desenvolver, Controlar e Avaliar), é praticamente fazer o “dever de casa”, ou seja, estar atento ao seu negócio de forma global compreendendo os seguintes fatores:

  1. GESTÃO DA EMPRESA – aquilo que está relacionado às questões organizacionais, contábeis, fiscais, de pessoal, estoques, frotas, ferramentas, equipamentos, processos, procedimentos, fluxos, capitais, etc.;
  2. COLABORADORES – as Pessoas são o maior tesouro que as empresas podem ter, elas são capazes de fazer o grande milagre da multiplicação de resultados positivos;
  3. PESQUISA & DESENVOLVIMENTO – talvez, muitos podem pensar que este tema possui relação apenas com as grandes empresas, mas não, todas as empresas, independentemente de seu tamanho, quadro de colaboradores, faturamento ou segmento, precisam estar antenadas aos processos de pesquisas e trabalharem o desenvolvimento dos dados obtidos de forma analítica, racional e profissional;
  4. COMUNICAÇÃO – trabalhar o desenvolvimento da comunicação empresarial, perfazendo um melhor entendimento dos objetivos da empresa quando se falar do negócio para os Colaboradores Internos, para os Clientes, bem como, para o mercado em geral, isto faz, com que exista uma compreensão significativa por todos que venham se relacionar ou interessar pelos negócios gerados pela corporação;
  5. TREINAMENTOS – o empresário que não se interessa por treinar ou reciclar seus Colaboradores está condenado ao fracasso, será apenas uma questão de tempo para que seja superado diretamente pelo primeiro confronto concorrencial. Treinar significa persistir naquilo que se acredita, não teremos times campeões sem treinos, sem estratégias e sem preparação;
  6. INOVAÇÃO – muitos pensam que inovar é fazer algo gigante, grande, que chame a atenção ou que esteja ligado apenas à área tecnológica, não é apenas isto, trabalhar o melhoramento de um processo produtivo, de uma nova forma de executar um serviço e, que sejam mais assertivos, já estará inovando.

Lembre-se, no mundo dos negócios você concorre consigo mesmo, quando se supera seu próprio resultado é sinal de início de um novo ciclo, de um novo desafio.

O bom empreendedor tem como característica a melhoria contínua, suas ações colaborada com o crescimento das Pessoas, com a geração de empregos e rendas, além de se desenvolver coisas que ainda nem se havia pensado até o momento. O clima de otimismo faz com que a economia reaja positivamente em todos os aspectos e setores, impulsionando resultados e fazendo a grande diferença nas corporações.

O bom empreendedor tem como característica a melhoria contínua, suas ações colaborada com o crescimento das Pessoas, com a geração de empregos e rendas, além de se desenvolver coisas que ainda nem se havia pensado até o momento. O clima de otimismo faz com que a economia reaja positivamente em todos os aspectos e setores, impulsionando resultados e fazendo a grande diferença nas corporações.

Em conclusão à reflexão que se resulta neste artigo, peço aos amigos leitores que busquem superar seus próprios resultados anteriores, sejam eles quais foram, trabalhem novamente forte e com o intuito de crescer, não espere qualquer vantagem gratuita ou ventos a favor, vá em frente com a força e a honra que sempre lhe impulsionou, sem esquecer que você é o melhor consultor do seu negócio.

O pensamento otimista já possui a vantagem de estar na frente.

Agradeço o tempo que você investiu na leitura deste artigo, por se interessar em melhorias, por estar me acompanhando, compartilhando meus trabalhos e reflexões. Use este material a seu favor, leia novamente e aplique as dicas em seu negócio. Peço que continue me criticando, fazendo sugestões positivas e me ajudando cada vez mais INCENTIVAR PESSOAS.

Posts Recentes